17.10.06

o tipo de olhar

não sei, se me olhas, com aquele olhar, que trança, quando minha perna balança, como quem sente o ar, e o cheiro. ou daquele tempo, que vc não queria me escrever, e escrevia sem saber, só de olhar. não posso ser sincero, se nada tenho a dizer, quando olho a quero, e não vejo vc. não sei, quando olhas, olhas por olhar, ou o olhar que olhas, é por mim o seu amar. só sei que quando olhas em mim, não tens outro olhar, a não ser que olhas com os mesmos olhos, os outros que vão olhar.

----
todos textos publicados aqui são de autoria de paulohenriquecyka
também em versão: http://ubbibr.fotolog.com/13ntos/

Um comentário:

SAMANTHA ABREU disse...

Paulo.. gostei muito do teu Blog..
Muito pessoal e alternativo!

Parabéns!

Ah, e as poesias são muito boas!